10 Melhores Anabolizante Natural e Mais Usados

Quem busca ganhar massa muscular, definição, e mais energia para treinar frequentemente faz uso de suplementos alimentares. Dentre os suplementos mais usados estão os clássicos whey protein, BCAA, albumina, creatina, carnitina, cafeína e termogênicos.

Muitas vezes, o uso desses suplementos alimentares não vem acompanhado de um treinamento adequado e nem de uma dieta adequada. Sendo assim, os resultados nem sempre são os esperados. O ganho de massa magra e o emagrecimento não acontece como desejado. Em muitos casos, também, o praticante de atividade física está fazendo uma dieta corretamente, tem um bom treino, toma suplementos clássicos, mas ainda assim não tem os resultados buscados.

Nesses dois casos, a pessoa pensa em tomar os famosos anabolizantes para chegar logo ao ponto que deseja, conseguir o corpo perfeito. Mas devido a todos os riscos de efeitos colaterais, grande parte das pessoas está optando por tomar algum tipo de anabolizante natural.

O Que é um Anabolizante?

Às substâncias com propriedades de estimular a massa muscular e outros tecidos do corpo, dá-se o nome de anabolizante – essa denominação vem de anabolismo, que é o processo através do qual o corpo constrói músculos mais fortes e maiores.

Um dos estágios do metabolismo, o anabolismo é o que faz com que aconteça a regeneração, manutenção e crescimento dos tecidos, e esse processo precisa principalmente de energia para esse trabalho. Por isso, quem pratica atividades físicas intensas, como musculação, deseja uma construção muscular acelerada e uma recuperação mais rápida para permitir treinos ainda mais intensos sem um tempo de descanso entre os dias de treino tão grande.

O que poucos sabem é que há dois tipos de anabolizantes: o anabolizante sintético, que são os esteroides, e o anabolizante natural, sobre o qual vamos nos aprofundar. Mas antes é preciso uma breve descrição do que é cada um deles.

Esteroide Anabólico  x  Anabolizante Natural

  – O que é o esteroide anabólico:

É o nome dado principalmente para as variantes sintéticas da testosterona, o hormônio masculino. É de uso ilegal, mas pode ser legalmente prescrito para alguns casos, como os de doenças que resultam na perda da massa muscular magra, como AIDS e câncer.

Alguns atletas, fisiculturistas e halterofilistas abusam dessa droga tentando melhorar a sua aparência física e performance. O uso excessivo pode levar à agressividade, bem como a outros problemas psiquiátricos. Apesar de não causarem a mesma “alucinação” que outras drogas causam, o uso de esteroides pode acabar viciando. (fonte: http://www.drugabuse.gov/publications/drugfacts/anabolic-steroids)

  – O que é o anabolizante natural:

Os anabolizantes naturais são produzidos a partir de compostos naturais (vitaminas) e a sua função é a mesma dos esteroides, que é a construção de músculos, queima de gordura e energia. São ricos em aminoácidos, ervas, minerais e vitaminas, que contribuem para a manutenção dos tecidos.

Um anabolizante natural gera uma ação anabólica que ajuda a estimular a produção natural de hormônios, como a testosterona e o hormônio do crescimento. O objetivo é fazer o organismo da pessoa produzir mais daquele hormônio próprio e não ingerir ou aplicar um hormônio sintético extra ao corpo.

  – Principais Benefícios do Anabolizante Natural com Relação aos Esteroides Anabólicos

  • São ideais para quem quer aumentar os músculos, queimar gordura, ganhar força muscular e resistência sem ter os efeitos colaterais dos esteroides;
  • A maioria não possui substâncias que estimulam a masculinização, sendo consumidos também por mulheres.

É necessário frisar que, apesar do anabolizante natural promover o ganho de massa muscular, resistência, força muscular, e de ser mais saudável que os esteroides, ele sozinho não dá conta da boa forma física – é necessário sempre seguir uma dieta adequada e ter uma rotina diária de exercícios.

Relacionamos alguns tipos de anabolizante natural que têm a venda livre permitida e que estão entre os mais usados mundo afora.

1. ZMA

A combinação de ZMA já se mostrou eficaz em diversas pesquisas no aumento da produção natural de testosterona. Aumenta os níveis anabólicos, gerando resistência, força e aumento da massa muscular. Este anabólico natural visa ajudar a melhorar com o relaxamento dos músculos durante o sono e na recuperação do tecido muscular no período pós-treino. Deriva da combinação de magnésio e zinco.

2. Arginina + Ornitina

Estudos demonstraram que a combinação dos aminoácidos arginina e ornitina foi eficaz no estímulo da produção natural do hormônio do crescimento (HGH).

3. Tribulus Terrestris

Feito a partir de uma planta medicinal, este anabolizante natural aumenta os níveis de testosterona, ajuda no crescimento e tonificação dos músculos e aumento da força muscular.

4. Cromo Picolinato

O uso de cromo picolinato visa melhorar o funcionamento do hormônio insulina. O objetivo é maximizar a produção, de forma a aumentar a quantidade de energia disponível nos músculos e ter um sistema mais eficiente de controle dos picos de insulina.

5. Extrato de Eurycoma Longifólia

Estimula a produção da testosterona naturalmente pelo organismo. Normalmente, quando o organismo atinge uma alta produção de testosterona, ele sinaliza a hipófise e ao hipotálamo para diminuírem a produção do hormônio. A Eurycoma Longifolia bloqueia este sinal para que o organismo possa continuar a produzir mais testosterona.

6. Quelato de calcio D-aspártico

Um dos ingredientes mais usados em fórmulas de anabolizante natural. Ele estimula a maior disponibilidade de testosterona em todo o organismo.

7. Coleus Forskholii

Pesquisas indicam que os extratos da planta indiana Coleus Forskholii, estimulam a maior produção de testosterona no organismo.

8. Beta Sitosterol

É uma substancia encontrada em plantas e é usada na medicina. Esse é um ingrediente presente como principal em muitas fórmulas para estimular a produção natural de testosterona.

9. N-Dimetilglicina

É uma aminoácido muito utilizado em fórmulas de anabolizantes naturais. Visa melhorar a utilização de oxigênio, aumentar a estamina e diminuir o acúmulo de ácido lático.

10. Fenugreek extract (extrato de Feno-Grego)

Alguns estudos sugerem que o extrato de feno-grego tem um efeito anti-estrogénico e anabólico. A erva parece provocar um aumento na disponibilidade de testosterona no organismo.

Mesmo se tratando de anabolizantes naturais, respeite sempre a dosagem diária recomendada. Vale a pena ter sempre acompanhamento de um médico ou nutricionista, mesmo porque, dependendo do seu tipo de treinamento esportivo, haverá um tipo de dieta e de dosagem indicada para cada caso, e tendo acompanhamento especializado, os resultados são mais eficazes.

O propósito do artigo foi dar uma ideia geral da diferença entre os tipos de anabolizantes, focar no anabolizante natural e em alguns tipos que são vendidos livremente, como alternativa aos ilegais. Estes são produtos de venda livre, ou com receita médica (em alguns casos no Brasil); Lembre-se que qualquer tipo de uso de substâncias pré-hormonais, complementos, suplementos e medicamentos devem ter acompanhamento de um profissional qualificado. Ser natural não necessariamente significa que ele é livre de efeitos colaterais.

Please follow and like us:
270

No Comments Yet.

Leave a comment

 

RSS200
Follow by Email270
Facebook50k
Google+18k
Twitter20k